História

AS RAÍZES DO FLOORBALL

O Floorball foi originalmente desenvolvido na Suécia, onde o jogo vem sendo jogado desde meados dos anos 1970. Este esporte tem raízes em diversos locais ao redor do mundo, já que jogos semelhantes ao Floorball tem sido jogados desde o século XIX. Por exemplo, na América do Norte e Inglaterra, onde o floorhockey originou-se do hóquei no gelo, e na Austrália, onde o hóquei sobre grama foi adaptado no indoorhockey. As raízes do Floorball podem ser encontradas em todas estas formas diferentes de jogos, mas foram os suecos que estabeleceram a primeira federação nacional oficial de Floorball em 7 de novembro de 1981 em Sala, Suécia. Quando o primeiro livro de regras oficial surgiu em setembro de 1983 e definiu uma parede em torno da área do jogo (rink), o Floorball deu seus primeiros passos para se tornar um esporte organizado. Naquela época, o Floorball era muito diferente do atual, mas lançou as bases para o crescimento internacional de um novo e emocionante esporte coletivo que fascina pessoas em todas as culturas.

Suécia, Finlândia e Suíça fundaram a Federação Internacional de Floorball (International Floorball Federation – “IFF”) em 12 de abril de 1986.

O FLOORBALL NO BRASIL

Nas terras brasileiras, a prática do Floorball teve início no fim da década de 90, sendo em um primeiro momento restrita à comunidade escandinava em São Paulo/SP, mas logo em seguida implementada com sucesso em clubes voltados ao público em geral (especialmente Sesc e ACM), contando também com grande ajuda de entidades filantrópicas administradas por estrangeiros (principalmente suecos e suíços), que utilizam o esporte como instrumento de inclusão social.

A Associação Brasileira de Floorball é uma associação civil sem fins lucrativos, com sede em São Paulo/SP, devidamente constituída nos termos da legislação brasileira e filiada à  IFF desde 1998. A entidade é responsável pela regulamentação, organização e divulgação do Floorball no Brasil. Desde 2006 vem realizando uma série de bem-sucedidas iniciativas voltadas à divulgação do Floorball, em clubes, escolas e também projetos sociais, iniciativas estas que resultaram em um crescimento significativo da prática do Floorball no país.